terça-feira, janeiro 06, 2009

Ler para querer...


Assim como este, o livro do grande “O” já começa a ficar com as páginas algo estimuladas de tanto serem tocadas, folheadas, relidas, sublinhadas e escrevinhadas com observações pessoais. Só não são lambidas porque não tenho aquele tique saudável e higiénico de lamber o dedo antes de virar uma página. Mas quase.
Como os melhores livros que li na vida, este foi mais um achado numa feira do livro de uma terra para lá do sol posto. Por uns meros 5 euros (escoamento de stock, diz na capa), comprei esta grande “tesão” do americano Jonathan Margolis. Descrevendo a importância do orgasmo desde os primórdios da existência humana, somos levados numa viagem por diversas paisagens, umas molhadas, outras mais secas, onde encontramos todo o tipo de pensamentos, filosofias, empirismos, análises, estudos, factos mas, sobretudo, diversidade e diversão.
A grande pergunta que se tenta responder é: “Será o século XXI o século do orgasmo?” Com base na evolução da humanidade e das sociedades em geral nota-se uma forte tendência para um alargamento da “sexualização” social. Através das descobertas científicas, dos estudos efectuados e das análises a casos específicos e respectivas comparações (que só começaram a ter relevância e a ser efectivamente considerados válidos apenas a partir de meados do século XX), é fácil notar que existe uma maior percepção das pessoas para a sua sexualidade e, por conseguinte, para si próprios enquanto seres humanos. Quer em termos de identidade de género (se nos sentimos homens, mulheres, ambos, nenhum ou outros... e actuamos como tal), como em termos de identidade sexual (se gostamos de homens, mulheres, ambos, nenhum ou outros... e nos sentimos mais atraídos por umas coisas em detrimento de outras). Porque o prazer é um objectivo comum. Em todas as áreas da nossa vida, apenas procuramos uma coisa: o prazer. E há muitas maneiras de consegui-lo. No entanto, neste caso específico, foca-se o prazer sexual. E é então que a verdadeira pergunta surge: “Será o orgasmo algo assim tão importante?”
Esta resposta tem 382 páginas. Ainda vou a meio.

2 comentários:

José Cunha disse...

lê lá isso tudo e depois conta se vale a pena ler o mistério do pequeno senhor dentro do barco

Anónimo disse...

dev ser bem gir.....ah foda-se...oh que caralho...caguei-me todo...